Prefeitura de Dourados
Dirio Oficial - Prefeitura de Dourados

Edição 5.023 – 01/10/2019 – SUPLEMENTAR

DOWNLOAD DO ARQUIVO

DIÁRIO OFICIAL
ÓRGÃO DE DIVULGAÇÃO OFICIAL DE DOURADOS – FUNDADO EM 1999
PODER EXECUTIVO
DECRETOS
DECRETO Nº 2.140, DE 20 DE SETEMBRO DE 2019
“altera os anexos do Decreto n° 1.094 de 18 de junho de 2018, que homologa o
Regimento Interno do Centro de Convenções “Antonio Tonani”
A PREFEITA MUNICIPAL DE DOURADOS, no uso das atribuições que lhe são
conferidas no inciso II do artigo 66 da Lei Orgânica do Município,
D E C R E T A:
Art. 1º. Ficam alterados os anexos do Decreto n° 1.094 de 18 de junho de 2018,
que homologa o Regimento Interno do Centro de Convenções “Antonio Tonani”
passam a vigorar com as seguintes alterações:
ANEXO I

Art. 3º. O Centro de Convenções Antonio Tonani é um espaço destinado a sediar
eventos.
Parágrafo Único. Considera-se evento, para os efeitos deste Regimento, todo
acontecimento técnico-científico (colação de grau, colóquios, conferências,
congressos, convenções, cursos, encontros, fóruns, jornadas, mesas-redondas,
oficinas, painéis, palestras, plenárias,, reuniões, seminários, simpósios, treinamentos,
workshops, e similares), promocional-comercial (exposição, feiras, lançamentos de
produtos, leilões, salões e similares) e oficial (homenagens , premiações, solenidades
de posses e similares).

CAPÍTULO III: DOS ESPAÇOS DISPONÍVEIS PARA LOCAÇÃO
Art. 7º. Os espaços do Centro de Convenções Antonio Tonani disponíveis para
locação estão especificados no quadro:
(…)
Art. 12 Para a montagem e/ou desmontagem de eventos em geral, poderá ser feita
a reserva de um período, anterior ou posterior à realização do evento, desde que haja
disponibilidade na agenda.
(…)
Art. 15-A Todos os eventos que porventura necessitarem de energia elétrica no
SALÃO DE EXPOSIÇÕES, para montagem de stands e ou utilização de iluminação
cênica e sonorização, deverá o Locatário contratar uma empresa especializada que
preste serviço com Gerador de Energia Elétrica.
(…)
Art. 33 O Locatário responsabiliza-se, totalmente, perante o público em geral,
pelas consequências de eventuais atrasos ou cancelamento do evento, cuja
responsabilidade direta não seja do Locador.
(…)
Art. 40 A Locação do espaço deverá ter seus limites estritamente observados e no
caso de montagem de feira, exposição ou similar, é obrigatório o estabelecimento
ANO XXI / Nº 5.023 – SUPLEMENTAR – DOURADOS, MS TERÇA-FEIRA, 01 DE OUTUBRO DE 2019 – 05 PÁGINAS
Prefeitura Municipal de Dourados
Mato Grosso do Sul
ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO E
CERIMONIAL
Rua Coronel Ponciano, 1.700
Parque dos Jequitibás – CEP.: 79.839-900
Fone: (67) 3411-7652 / 3411-7626
E-mail:
diariooficial@dourados.ms.gov.br
Visite o Diário Oficial na Internet:
http://www.dourados.ms.gov.br
Prefeita
Délia Godoy Razuk
3411-7664
Vice-Prefeito
Marisvaldo Zeuli
3411-7665
Agência Municipal de Transportes e Trânsito de Dourados
Carlos Fábio Selhorst
3424-2005
Agência Municipal de Habitação e Interesse Social
Carlos Augusto de Melo Pimentel
3411-7745
Assessoria de Comunicação e Cerimonial
Albino Mendes
3411-7626
Chefe de Gabinete
Linda Darle Pacheco Valente
3411-7664
Fundação de Esportes de Dourados
Daniel Fernandes Rosa
3424-0363
Fundação Municipal de Saúde e Administração Hospitalar de Dourados
Roberto Djalma Barros
3410-3000
Fundação de Serviços de Saúde de Dourados
Berenice de Oliveira M. Souza (Interventora)
3411-7731
Guarda Municipal
Divaldo Machado de Menezes
3424-2309
Instituto do Meio Ambiente de Dourados
Welington Luiz Santana Lopes
3428-4970
Instituto de Previdência Social dos Serv. do Município de Dourados – Previd
Theodoro Huber Silva
3427-4040
Procuradoria Geral do Município
Sérgio Henrique Pereira Martins De Araújo
3411-7761
Secretaria Municipal de Administração
Elaine Terezinha Boschetti Trota
3411-7105
Secretaria Municipal de Agricultura Familiar
Alceu Junior Silva Bittencourt (Interino)
3411-7299
Secretaria Municipal de Assistência Social
Maria Fátima Silveira de Alencar
3411-7710
Secretaria Municipal de Cultura
Clarindo Cleber Gimenes
3411-7709
Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico
Claudomiro Gaiofato
3426-3672
Secretaria Municipal de Educação
Upiran Jorge Gonçalves da Silva
3411-7158
Secretaria Municipal de Fazenda
Carlos Francisco Dobes Vieira
3411-7107
Secretaria Municipal de Governo e Gestão Estratégica
Celso Antonio Schuch Santos
3411-7672
Secretaria Municipal de Obras Públicas
Marise Aparecida Bianchi Maciel
3411-7112
Secretaria Municipal de Planejamento
Adriana Benicio Toneloto Galvão
3411-7788
Secretaria Municipal de Saúde
Berenice de Oliveira MachadoSouza
3410-5500
Secretaria Municipal de Serviços Urbanos
Fabiano Costa
3424-3358
Nome do Espaço
Espaço Oficial (m²)
Lotação do espaço
Salão de exposição
615,24 m²
600 pessoas
Sala VIP
40,37 m²
Copa do Salão
31,58 m²
Praça de Alimentação
94,03 m²
Área para Lanchonete
26,81 m²
Cozinha da Lanchonete
31,59 m²
Área externa para exposições
1.005,69 m²
Estacionamento A
128 vagas
Estacionamento B
17 vagas
DIÁRIO OFICIAL – ANO XXI – Nº 5.023 – SUPLEMENTAR – 02 DOURADOS, MS / TERÇA-FEIRA, 01 DE OUTUBRO DE 2019
de corredores contínuos de evacuação, guardada sempre a largura suficiente para
circulação de participantes e visitantes.
(…)
Art. 49. Os materiais e equipamentos utilizados deverão ser retirados pelo
Locatário imediatamente após o término do evento ou no período de desmontagem
estabelecido.
(…)
Art. 59 É expressamente proibido:
I – o acesso de usuários aos equipamentos, quadros e pontos de luz, força e demais
instalações elétricas e hidráulicas do Centro de Convenções, tais serviços somente
são executados e/ou utilizados pelo Centro de Convenções ou por funcionários
credenciados para esse fim;
II – alteração ou colocação de qualquer tipo de material no jardim que modifique
sua originalidade;
III – a entrada de materiais e equipamentos pela entrada principal deste Centro de
Convenções em montagens e desmontagens de eventos. Entrada permitida somente
pela lateral;
IV – o ingresso de menores de 14 anos nas áreas locadas durante os períodos de
montagem e desmontagem dos eventos;
V – lixar, pintar, utilizar massa fina ou realizar qualquer serviço de marcenaria,
serralheria ou pintura nas áreas internas do Centro de Convenções;
VI – pôr em funcionamento motor de combustão e/ou usar equipamentos que
possam exalar quaisquer tipos de gases e odores, tóxicos ou não, fumaça (exceto
máquina de fogo ou gelo seco) ou gordura no interior do edifício;
VII – exceder a capacidade de público dos espaços;
VIII – jogar confete, papel picado, serpentina, espuma ou similares nas
dependências do Centro de Convenções;
IX – entrada de explosivos de qualquer natureza e materiais de fácil combustão;
X – impedir o acesso às mangueiras e extintores de incêndio, rampas, escadas,
saídas de emergência e caixas eletrônicos;
XI – fixação de quaisquer objetos no piso, portas, janelas, mobiliário, paredes,
lajes, pilares e colunas do edifício;
XII – fumar em quaisquer dependências do interior do Centro de convenções;
XIII – preparar alimentos fora das dependências próprias;
XIV – retirar qualquer equipamento pertencente ao Centro de Convenções;
XV – produzir arranjos de plantas e flores no interior do espaço, os decorrentes
deverão trazê-los devidamente prontos;
XVI – decoração de plantas sem vasos nos espaços locados.
ANEXO II
Manual de Orientação das Normas Técnicas de Utilização Centro De Convenções
“Antonio Tonani”
(…)
1. ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS
INFRA-ESTRUTURA:
• Área total coberta: 1.364,35 m2
• Área total utilizável (A.U.): 1.201,13 m2
• Área total coberta para feiras e exposições: 976,75 m2
• Entrada Principal: 03 Portas
• Portões para carga e descarga: Entrada pela Rua lateral.
• Pontos de Energia: 110 Volts
• Rede Elétrica: Para Exposições e feiras (Montagem de Stands) – Contratar
gerador de energia
DO SALÃO PARA EXPOSIÇÕES:
• Salão Área: 615,24 m²
• Pé Direito Ambiente Livre: 5.50 m
• Balcão de recepção: 5,00 m
• Sala VIP Área: 40,37 m²
• Pé Direito: 3,00 m
• Sanitários: Masculino / Feminino / Cadeirante.
DA ÁREA EXTERNA PARA EXPOSIÇÕES/FEIRAS:
• Área Total: 1.005,69 m²
DOS ESPAÇOS DE APOIO:
• Copa do Salão Área: 31,58 m²
• Praça de Alimentação: 94,03 m²
• Lanchonete Área: 26,81 m²
• Cozinha da Lanchonete: 31,59 m²
• Sanitários: Masculino / Feminino
2. DAS NORMAS TÉCNICAS OPERACIONAIS
A equipe administrativa do Centro de Convenções “Antonio Tonani” supervisionará
todos os eventos, oferecendo orientação e fiscalizando todos os procedimentos,
podendo determinar a paralisação de quaisquer atividades que não estejam de
acordo com este Manual de Orientação das Normas Técnicas de Utilização e o Plano
do Evento, ou que não estejam de acordo com os padrões normalmente seguidos
na execução de tarefas semelhantes. Esta equipe terá circulação livre, sempre
que se fizer necessário, a qualquer espaço locado, sendo para isso especialmente
credenciada.
Somente será permitida a colocação de materiais publicitários (banners, cartazes,
faixas e etc.), com suporte próprio, nas áreas internas e externas do Centro de
Convenções, mediante autorização da Gerencia do Centro de Convenções.
A montagem de stands, cenários, iluminação cênica, comunicações visuais, entre
outros, deverá obedecer a Planta Geral de Ocupação dos Espaços que se encontra à
disposição junto à Administração do Centro de Convenções.
A entrada e retirada de equipamentos de mobiliários, decorações, cenários,
alimentos, suporte de banners, painéis e outros materiais deverá ser feita pelos
acessos de serviço.
Deverá ser preenchido, durante o período de montagem, um formulário de entrada
de material em exposição denominado “Procedimentos de Entrada e Saída de
Material”, onde deverá ser relacionado todo material que o expositor irá colocar em
seu stand, devendo ser conferido por um funcionário deste Centro de Convenções,
tanto na entrada como na saída do referido material.
Todo material deve ser retirado durante o período de desmontagem. Decorrido o
prazo de desmontagem, o Locador dará ao material não retirado o destino que melhor
lhe aprouver, sem qualquer outra obrigação para com o Locatário. Os materiais e
equipamentos utilizados nos eventos deverão ser retirados imediatamente após seu
término. Fica claro que o Locador não dispõe de funcionários para o carregamento,
montagem ou desmontagem de qualquer material.
O responsável do Centro de Convenções deverá ser consultado sobre a instalação
de quaisquer equipamentos adicionais ao apresentado no Plano de Eventos.
A montagem dos stands, bem como a disposição de qualquer material, deverá
resguardar áreas que permitam a livre e segura circulação do público. Os Stands
deverão ser montados sobre piso removível, permitindo eventual passagem de dutos
e cabos quando necessário ou colocação de forração.
Qualquer demarcação no piso deverá ser feita com materiais facilmente removíveis
(ex: fitas dupla face), sendo terminantemente proibida a utilização de qualquer
dispositivo que perfure ou danifique o piso, utilização de tintas, vernizes, colas
e similares, cuja remoção importe em dano ao local marcado. A remoção destes
materiais deverá ser providenciada pelo LOCATÁRIO.
O Locatário se responsabiliza totalmente, perante o público em geral, pelas
consequências de eventuais atrasos ou cancelamentos cuja responsabilidade direta
não seja do Locador.
O LOCATÁRIO responsabiliza-se integralmente quanto às instalações elétricas e
distribuição de força, ficando sob sua inteira responsabilidade a contratação de um
gerador de energia elétrica, com carga suficiente para atender a montagem de stands,
feiras e similares, com acompanhamento dos técnicos deste Centro de Convenções
devendo obedecer às seguintes definições:
I. instalar quadros específicos de distribuição acessíveis, a partir do gerador de
energia elétrica, com circuitos distintos de iluminação e tomadas, todos com
proteção específica e identificação por stands;
II. informar previamente o consumo, em KVA, de energia elétrica que serão
utilizadas nos espaços locados;
III. informar previamente o consumo de energia elétrica que será utilizado nos
espaços locados;
IV. nos Stands, instalar em caixas apropriadas para proteção de sobrecargas nas
linhas e circuitos os ramais trifásicos com neutro e terra, com cabos ou fios de cobre
e isolamento anti-chamas e disjuntores ou chaves com fusíveis;
V. proceder à passagem de fios e cabos e a instalação de chaves e disjuntores com
total observância das normas de segurança constantes nas Normas Brasileiras da
Associação Brasileira de Normas Técnicas (NBR-ABNT);
VI. quaisquer cabos que forem utilizados nos stands (elétricos, telefônicos, etc.),
devem ser cobertos com ponte aceitável para a segurança do público;
VII. ligar ao circuito terra as estruturas metálicas e quadros de distribuição, a partir
do gerador de energia elétrica;
VIII. no caso de instalações de equipamentos que exijam voltagem constante,
será obrigação do LOCATÁRIO a colocação de regulador de voltagem, a partir do
gerador de energia contratado para atender o seu evento;
IX. todos os circuitos deverão possuir condutores de proteção ligados diretamente
ao circuito terra da instalação;
X. os circuitos de energia elétrica deverão ser desligados após o encerramento
das atividades diárias do evento, devendo as cargas especiais, que eventualmente
não possam ser desligadas, estar ligadas a circuitos independentes, devidamente
identificados;
XI. não são permitidas ligações diretas nas caixas do piso e nos quadros de
distribuição de energia deste Centro de Convenções;
XII. ficará a encargo do locatário cobrar da montadora oficial do evento, um técnico
eletricista de plantão, para atender as ocorrências durante a realização do mesmo.
Parágrafo Único: Deverá ser encaminhado mapa com o consumo de energia que
irá necessitar nos stands ou iluminação e som, para ser analisado pelos técnicos deste
Centro de Convenções.
O LOCATÁRIO que necessitar de linhas telefônicas, fax, reprografia (xérox),
serviços de internet wireless, durante o evento deverá solicitar diretamente à
Operadora e Prestadores de Serviços. A equipe técnica deste Centro de Convenções
acompanhará a instalação nos pontos especificados. Todo material que se faça
necessário, como extensões, fiação e tomadas fêmeas, deverá ser fornecido pelo
DECRETOS
DIÁRIO OFICIAL – ANO XXI – Nº 5.023 – SUPLEMENTAR – 03 DOURADOS, MS / TERÇA-FEIRA, 01 DE OUTUBRO DE 2019
LOCATÁRIO.
Nota: Observando as condições climáticas da Região Centro-Oeste, considerando
que o Estado de Mato Grosso do Sul é onde ocorre à maior incidência de queda de
raios no País, o Centro de Convenções não se responsabiliza por queda ou falta de
energia elétrica durante a realização de eventos, devendo ser contratado um gerador
de energia elétrica.
3. DAS OBRIGAÇÕES DO LOCATÁRIO
Cumprir e fazer cumprir, pelos seus funcionários, prepostos, seus terceirizados,
visitantes e convidados, todas as cláusulas constantes no Contrato de Locação e as
normas e procedimentos do Manual Orientação das Normas Técnicas de Utilização.
Estar ciente de que não é permitida a entrada antecipada, na(s) área(s) locada(s),
para montagem, realização e desmontagem, que deverão estar previstas dentro do
período do Contrato.
O LOCATÁRIO é responsável por todas as obrigações assumidas perante o
LOCADOR incluindo expositores, decoradores, equipes técnicas, cerimonial e
demais contratados envolvidos na realização dos eventos.
O LOCATÁRIO compromete-se a manter presente, durante o período de
montagem, realização do evento e desmontagem, um representante seu devidamente
credenciado, para solucionar qualquer eventualidade que venha a ocorrer e tomar
todas as providências técnicas e operacionais que se fizerem necessárias.
O LOCATÁRIO obrigar-se-á a fornecer todas e quaisquer informações e atividades
a serem desenvolvidas durante o evento para a apreciação/aprovação, no prazo de
até 5 (cinco) dias antes do início da montagem do evento, preenchendo o Plano de
Eventos e o Formulário de Entrada e Saída de Material.
O LOCATÁRIO obriga-se a apresentar à Comissão Técnica de Eventos, o Plano
de Eventos com as seguintes informações:
a) programa e horários definitivos;
b) perfil do evento;
c) previsão de público, visitantes e participantes;
d) valor do ingresso/convite/inscrição e postos de vendas ou credenciamento;
e) roteiro de ocupação dos espaços, incluindo as atividades a serem desenvolvidas,
quesitos de cerimonial, horários de ensaio, instalação de equipamentos, horário de
abertura das portas para o público e todos os demais procedimentos, esclarecendo os
responsáveis por cada um desses;
f) relação completa dos prestadores de serviço do evento (montadores, equipes
técnicas, seguranças, dentre outras) com telefones para contato com os responsáveis,
data, horário e local de atuação de cada um;
g) plantas de Ocupação dos Espaços que deverão indicar a forma de utilização
dos espaços, disposição de estandes, as instalações de equipamentos, o consumo de
energia elétrica, a sinalização e comunicação visual;
h) comprovantes de recolhimentos dos tributos que incidirem sobre o evento,
em especial o Imposto Sobre Serviços (ISS), Taxa de Licença de Publicidade,
do Recolhimento de Direitos Autorais (ECAD), Alvarás e autorizações de
funcionamento do Corpo de Bombeiros e da Prefeitura Municipal, além de outras
exigíveis em face da natureza do evento;
i) anotação de responsabilidade Técnica (ART) firmada por engenheiro
responsável pela montagem e estruturas dos stands, preventivos contra incêndio
e seus respectivos cálculos e localizações, montagem dos equipamentos de som e
iluminação;
j) atestado do Vigilância Sanitária e cópia de Certidão de Regularidade fiscal para
eventos que, porventura, utilizem serviços de Buffet.
O LOCATÁRIO receberá os espaços, instalações e equipamentos em perfeito
estado de conservação e funcionamento, estado esse em que se obrigam a devolver
no final do evento, finalizado o Contrato de Locação.
O LOCATÁRIO é responsável pela limpeza junto aos prestadores de serviços
participantes do evento para que todo o lixo seja ensacado e retirado. Não será
permitido depositar nas lixeiras externas, ficando sob sua inteira responsabilidade
providenciar uma equipe de limpeza para dar suporte em seu evento.
O Centro de Convenções não possui equipe de limpeza para manter em perfeitas
condições os espaços locados. Terceiros poderão prestar serviços nas áreas locadas,
sendo de exclusiva responsabilidade do Locatário a contratação dos mesmos, bem
como as obrigações decorrentes. Em consequência, nenhum encargo de qualquer
natureza assumirá o LOCADOR. Fica ainda entendido e claro que o LOCATÁRIO
indenizará o LOCADOR e/ou terceiros de quaisquer perdas e danos que esses
venham a causar diretamente por seus prepostos e/ou empregados.
4. DA SEGURANÇA
O LOCATÁRIO se obriga a contratar Serviços de Segurança Profissional, em
número proporcional ao número de participantes, que deverão atender às áreas
internas e externas do Centro de Convenções durante a montagem, realização e
desmontagem do evento, incluindo pernoites.
Durante o(s) pernoite(s), após a saída da equipe administrativa do Centro de
Convenções “Antonio Tonani”, somente será permitida a presença dos seguranças,
devidamente credenciados e identificados, juntamente com o Agente Patrimonial,
ficando a critério do LOCADOR a qualquer momento, vetar o acesso ou a
permanência de vigilantes no espaço locado, em caso de conduta irregular ou
embriaguez dos mesmos.
A equipe de segurança contratada poderá contar com orientações para conhecer e
inteirar-se dos espaços disponíveis, podendo ser devidamente instruída pela equipe
técnica do Centro de Convenções para o melhor andamento do evento.
O LOCATÁRIO deverá respeitar os limites dos espaços locados, e no caso de
montagem de feiras, exposições ou similar, é obrigatório corredor contínuo de
evacuação, guardada sempre largura suficiente para circulação de participantes e
visitantes durante a realização do evento.
Fica ainda sob a responsabilidade do LOCATÁRIO as sinalizações externas e
internas, para orientar o acesso às áreas e dependências locadas, devendo o material
utilizado passar pela aprovação do Responsável pelo Centro de Convenções.
O LOCADOR fica isento de responsabilidade por qualquer perda ou dano ocorrido
com os materiais de propriedade do LOCATÁRIO, de seus prestadores de serviços,
expositores e terceiros, assim como por acidentes pessoais que porventura ocorram
nas áreas e dependências internas e externas do Centro de Convenções.
Parágrafo Único: o Centro de Convenções não se responsabilizará por ocorrência
de roubos e furtos de qualquer espécie nas áreas internas e externas, durante a
realização dos eventos.
5. DOS EVENTOS
Conforme consta no Capítulo oito do Regimento Interno, todos os eventos que
porventura necessitarem de energia elétrica no espaço, para montagem de stands e
ou utilização de iluminação cênica e sonorização, o LOCATÁRIO deverá contratar
um Gerador de Energia Elétrica.
7 DAS COLAÇÕES DE GRAU
A reserva do espaço será feita mediante assinatura de contrato, no qual figurarão
como LOCATÁRIO o presidente eleito da comissão de formatura e o vice-presidente
da comissão (ou tesoureiro se assim preferir) e como LOCADOR o Secretário
Municipal de Desenvolvimento Econômico.
A presente locação será das 08:00h às 23:59h, ficando reservadas para a montagem,
solenidade e desmontagem do evento. Em caso de ser ultrapassado o horário fixado
como término da locação, será cobrado taxa de hora excedente, conforme Tabela de
Valores vigente.
No ato da assinatura do contrato, deverão os contratantes apresentar ao Responsável
do Centro de Convenções, os documentos abaixo relacionados, os quais farão parte
integrante do contrato:
a) cópia R.G.; b) Cópia do C.P.F.; c) Cópia R.A.(Registro Acadêmico); d)
Documento subscrito pela autoridade que representa a instituição de ensino,
solicitando a reserva do espaço, devendo tal documento conter informações acerca
do período de conclusão do curso.
Nota: Em até 90 (noventa) dias antes da data prevista para realização do evento,
caso se faça necessário o uso do espaço locado para o segmento de Turismo de
Eventos e Negócios, principal finalidade deste Centro de Convenções, será proposto
a mudança da data pré-agendada, sujeito a apreciação do LOCATÁRIO.
Parágrafo Único: das datas que por ventura já estiverem com seus respectivos
contratos assinados, e por algum motivo necessitarem transferir para data posterior
ou inferior, deverão encaminhar documento assinado, para que possa ser feita a
transferência, desde que haja a data solicitada, estando cientes de que irão pagar
multa de 10% sobre o valor total da locação.
9. É EXPRESSAMENTE PROIBIDO PARA TODOS OS EVENTOS
I. o acesso de usuários aos equipamentos, quadros e pontos de luz, força e demais
instalações elétricas e hidráulicas. Estes serviços somente são executados e/ou
supervisionados por funcionários e técnicos do Centro de Convenções;
II. alteração ou colocação de qualquer tipo de material no jardim que altere a
originalidade;
III. a entrada de materiais e equipamentos pela entrada principal deste Centro de
Convenções em montagens e desmontagens de eventos. Entrada permitida somente
pela Rua lateral;
IV. o ingresso de menores de 14 anos nas áreas locadas durante os períodos de
montagem e desmontagem dos eventos;
V. lixar, pintar, utilizar massa fina ou realizar qualquer serviço de marcenaria,
serralheria ou pintura nas áreas internas do Centro de Convenções;
VI. pôr em funcionamento motor de combustão e/ou usar equipamentos que
possam exalar quaisquer tipos de gases, tóxicos ou não, fumaça (exceto máquina de
gelo seco) ou gordura no interior do edifício;
VII. exceder a capacidade de público nos espaços;
VIII. jogar confete, serpentina, papel picado, bola de sabão, spray de espuma ou
similares, nos auditórios do Centro de Convenções;
IX. a entrada de explosivos de qualquer natureza e materiais de fácil combustão,
tanto na área interna quanto externa;
X. impedir o acesso às mangueiras e extintores de incêndio, rampas, escadas e
saídas de emergência;
XI. fixação de quaisquer objetos no piso, portas, janelas, mobiliário, paredes, lajes,
pilares e colunas do edifício;
DECRETOS
DIÁRIO OFICIAL – ANO XXI – Nº 5.023 – SUPLEMENTAR – 04 DOURADOS, MS / TERÇA-FEIRA, 01 DE OUTUBRO DE 2019
XII. fumar em quaisquer dependências do interior do Centro de Convenções;
XIII. preparar alimentos fora das dependências próprias;
XIV. retirar qualquer equipamento pertencente ao Centro de Convenções;
XV. produzir arranjos de plantas e flores no interior do espaço, os decoradores
deverão trazê-los devidamente prontos;
XVI. decoração de plantas sem vasos nos espaços locados.
10 CONSIDERAÇÕES FINAIS
Os casos omissos neste Manual Orientação das Normas Técnicas de Utilização
serão resolvidos pelo Responsável deste Centro de Convenções.
Administração do Centro de Convenções Antonio Tonani.
ANEXO III – PLANO DE EVENTOS
a) programação com horários definitivos;
b) perfil do evento;
c) previsão de público, visitante e participante;
d) valor do ingresso/convite/inscrição e postos de venda ou credenciados;
e) roteiro de ocupação dos espaços, incluindo as atividades a serem desenvolvidas,
quesitos de cerimonial, horários de ensaio, instalação de equipamentos, horário de
abertura das portas para o público e todos os demais procedimentos, esclarecendo os
responsáveis por cada um desses quesitos;
f) relação completa dos prestadores de serviço do evento (montadores, equipes
técnicas, seguranças, dentre outros) com telefones para contato com os responsáveis,
data, horário e local de atuação de cada um;
g) plantas de Ocupação dos Espaços que deverão indicar a forma de utilização
dos espaços, disposição de estandes, as instalações de equipamentos, o consumo de
Energia Elétrica, a sinalização e comunicação visual;
h) comprovantes de recolhimentos de tributos que incidirem sobre o evento, em
especial o Imposto sobre Serviço (ISS), Taxa de Publicidade, do Recolhimento de
Direitos Autorais (ECAD), Alvarás e autorizações de Funcionamento do Corpo de
Bombeiros e da Prefeitura Municipal, além de outras em face da natureza do evento;
i) anotação de responsabilidade Técnica (ART) firmada por engenheiro
responsável pela montagem e estruturas dos stands, preventivos contra incêndio
e seus respectivos cálculos e localizações, montagem dos equipamentos de som e
iluminação;
j) atestado do Vigilância Sanitária e cópia de Certidão de Regularidade fiscal para
eventos que, porventura, utilizem serviços de Buffet.
Art. 2º. Este decreto entra em vigor da data de sua publicação, revogadas as
disposições em contrário, em especial o item 6 – Das condições para shows e
espetáculos, e o item 8 – Dos Eventos, ambos do anexo II do Decreto n° 1.094 de
18 de junho de 2018
Dourados (MS), 20 de setembro de 2019
Délia Godoy Razuk
Prefeita Municipal
Sergio Henrique Pereira Martins de Araújo
Procurador Geral do Município
REPUBLICA-SE POR INCORREÇÃO.
DECRETO Nº 2.038 DE 08 DE AGOSTO DE 2019
Nomeia membro do Conselho Municipal de Educação de Dourados – COMED.
A Prefeita Municipal de Dourados, no uso de suas atribuições legais que lhe o
confere o inciso II do artigo 66 da Lei Orgânica do Município, e
D E C R E T A:
Art. 1º. Fica nomeado o membro abaixo relacionado, para compor o Conselho
Municipal de Educação de Dourados – COMED, juntamente com demais nomeados
pelo decreto nº 542 de 05 de setembro de 2017, conforme segue:
I. Representantes da Secretaria Municipal de Educação – SEMED:
Suplente: Sonia Virginia Ferreira Souza
Art. 2º. Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação.
Dourados (MS), 08 de agosto de 2019.
Délia Godoy Razuk
Prefeita Municipal
Sergio Henrique Pereira Martins de Araújo
Procurador Geral do Município
DECRETO N° 2.104, DE 04 DE SETEMBRO DE 2019.
“Dispõe sobre a regulamentação da Lei n° 4.140, de 06 de dezembro de 2017,
que proíbe a comercialização e a utilização de cerol ou similares no Município de
Dourados”.
A PREFEITA MUNICIPAL DE DOURADOS, no uso das atribuições que lhe
confere o inciso II do artigo 66 da Lei Orgânica do Município,
D E C R E T A:
Art. 1º. Fica proibida, no âmbito do Município de Dourados, a utilização,
comercialização, fabricação, preparação, produção, aquisição, expor à venda,
oferecer ou fornecer ainda que gratuitamente, ter em depósito, transportar, trazer
consigo, guardar, entregar cerol ou qualquer outro tipo de material cortante nas
linhas de pipas, bem como linha chilena, nos termos da Lei n° 4.140, de 06 de
dezembro de 2017, para recreação ou com finalidade publicitária.
Parágrafo único: entende-se por cerol a mistura de cola com vidro moído, limalha
de ferro, silício, quartzo moído ou base de madeira com óxido de alumínio, produzida
para ser passada em linha de pipa.
Art. 2º. Cabe aos integrantes da Guarda Municipal, com atuação concorrente dos
fiscais de posturas municipais, fiscalizar o cumprimento do disposto no art. 1°,
mediante ações fiscalizadoras e administrativas.
Parágrafo único: os agentes fiscalizadores indicados no caput lavrarão auto da
ocorrência e apreensão do material, com notificação do infrator, e lançamento da
multa prevista, quando for o caso.
Art. 3º. O estabelecimento que descumprir o disposto no art. 1º estará sujeito à
aplicação das seguintes sanções:
I – na primeira ocorrência, advertência e apreensão da mercadoria;
II – na segunda ocorrência, apreensão da mercadoria e multa de ½ (meio salário
mínimo);
III – na terceira ocorrência, cassação de Alvará de Localização e Funcionamento
e multa em dobro.
Art. 4º. À pessoa física causadora de dano pelo uso do cerol ou a seu responsável
caberá a aplicação de multa de ½ (meio salário-mínimo), que será multiplicado por
02 (dois) em caso de reincidência, além das eventuais responsabilizações civis e
penais, pelos danos físicos e materiais que porventura vierem a causar a terceiros.
Parágrafo único: sendo o infrator civilmente incapaz, o responsável legal
responderá pela titularidade das reprimendas.
Art. 5º. O material apreendido deverá ser incinerado.
Art. 6°. O recolhimento da multa prevista na Lei n° 4.140, de 06 de dezembro de
2017 e neste decreto deverá ser efetuado em conta específica em favor do Fundo
Municipal de Segurança Pública.
Parágrafo único: o pagamento da multa não exime o infrator das eventuais
responsabilidades cíveis ou penais.
Art. 7°. O Órgão responsável pela fiscalização, após lavrar o auto de aplicação
da multa, deverá comunicar a autuação à Autoridade Policial para apuração de
possíveis infrações penais.
Art. 8°. Este decreto entrará em vigor na data de sua publicação.
Dourados – MS, 04 de setembro de 2019.
Délia Godoy Razuk
Prefeita Municipal
Sergio Henrique Pereira Martins de Araújo
Procurador Geral do Município
DECRETOS
ANEXO VI
TABELAS DE VALORES PARA LOCAÇÃO DOS ESPAÇOS DO “CENTRO DE CONVENÇÕES
ANTONIO TONANI”
Espaço(s)
Capacidade
(m²)
Valor Diária (8h
até 00h) R$
Montagem/
Desmontagem R$
Hora
Excedente R$
Salão de Exposição
615 m²
2.500,00
1.250,00
125
Sala VIP
40 m²
300
150
15
Espaço Externo – Exposições
1.005 m²
3.000,00
1.500,00
150
DIÁRIO OFICIAL – ANO XXI – Nº 5.023 – SUPLEMENTAR – 05 DOURADOS, MS / TERÇA-FEIRA, 01 DE OUTUBRO DE 2019
DECRETO Nº 2.138, DE 20 DE SETEMBRO DE 2019
“Designa servidores para atuar na fiscalização de contrato da Secretaria
Municipal de Serviços Urbanos – SEMSUR”.
A PREFEITA MUNICIPAL DE DOURADOS, no uso das atribuições que lhe
confere o inciso II do artigo 66 da Lei Orgânica do Município,
D E C R E T A:
Art. 1º Fica designado Fiscais de Contrato da Secretaria Municipal de Serviços
Urbanos de Dourados-ms, conforme segue:
I. Fiscal dos contratos referentes à iluminação pública:
Neilton José Barbosa
Engenheiro Eletricista
Matricula 114773437-1
II. Fiscal dos contratos referentes à urbanização e paisagismo:
Marcelo Tiburcio Rezende
Engenheiro Agrônomo
Matricula 114771943-1
III. Fiscal de contrato de limpeza urbana e demais contratos:
João Carlos Pissini Battaglin
Engenheiro Civil
Matricula 146511-3
Art. 2º Este decreto entra em vigor na data de sua publicação.
Dourados (MS), 20 de setembro de 2019.
Délia Godoy Razuk
Prefeita Municipal
Sérgio Henrique Pereira Martins de Araújo
Procuradora Geral do Município
DECRETO N°2.141, DE 20 DE SETEMBRO DE 2019.
“Nomeia para substituição membros do Conselho Fiscalizador do Fundo
Municipal de Urbanização – FMU”.
A PREFEITA MUNICIPAL DE DOURADOS, no uso das atribuições que lhe
confere o Inciso II do artigo 66 da Lei Orgânica do Município,
D E C R E T A:
Art. 1°. Fica nomeados, em substituição, os membros abaixo relacionados para
compor o Conselho Fiscalizador do Fundo Municipal de Urbanização – FMU,
juntamente com os membros nomeados pelo Decreto n° 694, de 01 de dezembro
de 2017:
I. Presidente do Conselho Fiscalizador do Fundo Municipal de Urbanização:
– Adriana Benício Toneloto Galvão em substituição a Carlos Francisco Dobes
Vieira.
II. Representante do Departamento de Urbanismo/Seplan:
– Patricia Pereira Fernandes Marra em substituição a Adriana Benício Toneloto
Galvão.
III. Representante do Conselho Municipal Diretrizes Urbana/CMDU:
– Fabio Barbosa de Souza em substituição a Gustavo Anderson Gimenes Deboleto.
Art. 2º. Este decreto entrará em vigor na data de sua publicação.
Dourados (MS), 20 de setembro de 2019.
Delia Godoy Razuk
Prefeita Municipal de Dourados
Sérgio Henrique Pereira Martins de Araújo
Procurador Geral do Município
DECRETO N° 2.147 DE 27 DE SETEMBRO DE 2019.
“Autoriza servidor a movimentar as contas da Secretaria Municipal de Saúde e
do Fundo Municipal de Saúde”.
A PREFEITA MUNICIPAL DE DOURADOS, no uso das atribuições que lhe
confere o Inciso II do artigo 66 da Lei Orgânica do Município,
D E C R E T A:
Art. 1°. Fica autorizado o servidor Marcelo Rodrigo Novaes Silva a movimentar
as contas bancárias da Secretaria Municipal de Saúde e do Fundo Municipal de
Saúde, conforme dispõe o Decreto nº 2.000 de 29 de julho de 2019, em substituição
a servidora Michelly da Silveira Felix.
Art. 2º. Este decreto entrará em vigor na data de sua publicação, com efeitos
retroativos a 17 de setembro de 2019
Dourados (MS), 27 de setembro de 2019.
Delia Godoy Razuk
Prefeita Municipal de Dourados
Sérgio Henrique Pereira Martins de Araújo
Procurador Geral do Município
DECRETO N° 2.148, DE 27 DE SETEMBRO DE 2019.
“Nomeia em substituição membro do Conselho Municipal Saneamento Básico.”
A PREFEITA MUNICIPAL DE DOURADOS, Estado de Mato Grosso do Sul, no
uso das atribuições que lhe são conferidas no inciso II do Art. 66 da Lei Orgânica
do Município.
D E C R E T A:
Art. 1º. Fica nomeado o membro abaixo relacionado para compor o Conselho
Municipal de Saneamento Básico, juntamente com os membros nomeados através
do Decreto n° 2.068 de 22 de agosto de 2019:
Art. 1º …
I. Representante da Secretaria Municipal de Planejamento:
• Titular: Adriana Benicio Toneloto Galvão, em substituição a Carlos Francisco
Dobes;
Art. 2º. Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação.
Dourados (MS), 27 de setembro de 2019.
Délia Godoy Razuk
Prefeita Municipal
Sergio Henrique Pereira Martins de Araújo
Procurador Geral do Município
DECRETO “P” Nº 287, de 01 de outubro de 2019.
“Exonera YEDA MARA PESSOA DE MELLO BERNARDES – SEMAS”
A PREFEITA MUNICIPAL DE DOURADOS, no uso das atribuições que lhe
confere os incisos II e IV do artigo 66 da Lei Orgânica do Município:
D E C R E T A:
Art. 1º Fica exonerada, a partir de 01 de outubro de 2019, Yeda Mara Pessoa
de Mello Bernardes, do cargo de provimento em comissão de “Diretor de
Departamento”, símbolo “DGA-3”.
Art. 2º Este decreto entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as
disposições em contrário.
Dourados, MS, 01 de outubro de 2019.
Delia Godoy Razuk
Prefeita Municipal de Dourados
Elaine Terezinha Boschetti Trota
Secretária Municipal de Administração
DECRETOS
Desenvolvido pelo Depto de Tecnologia da Informação - Secretaria Municipal de Administração - Prefeitura de Dourados - 2019